O que é Umbanda?

Umbanda é uma religião brasileira, que sincretiza ( saiba mais sobre o sincretismo aqui) o catolicismo, espiritismo e as religiosidades africana, indiana e indígena. Por isso, talvez a Umbanda seja a religião que recebe a todos, sem discriminações, principalmente de credo religioso.

É por muitas vezes confundida com o Candomblé e a Quimbanda, porém possui princípios, ensinamentos e rituais que a diferencia das demais.

São diversas as vertentes na Umbanda, gerada pela diversidade de casas com seus próprios fundamentos e interpretações. Embora a Religião de Umbanda seja única, as práticas em cada Terreiro, Casa, Centro, é diversificado porque depende da doutrina Teológica e Herança cultural de seu Dirigente., gerando várias vertentes, como Umbanda Branca, Umbanda Mista, Umbanda Trançada, Umbanda Esotérica, Umbanda Iniciática, Umbanda Carismática, Umbanda de Raiz, Umbanda Omolocô, Umbanda de Caboclo e Umbanda para todos os gostos.​

A Umbanda é uma religião brasileira centenária que cultua os Orixás (divindades), os quais influem diretamente nos mensageiros espirituais, que são as entidades incorporadas pelos médiuns para que os trabalhos sejam realizados.
Nos terreiros de Umbanda são desenvolvidos diversos trabalhos para o amparo às milhares de pessoas que buscam um conforto espiritual para as mais diversas situações que vivenciam no dia-a-dia.

Mediunidade na Umbanda

mediunidade de incorporação é um de seus pilares, servindo para o desenvolvimento dos médiuns e aconselhamento dos consulentes. Os consulentes (ou assistência) são as pessoas comuns (somos todos nós) que buscam orientação espiritual para suas vidas. A mediunidade independe da crença religiosa das pessoas, mas encontrou na Umbanda terra fértil para se manifestar livremente. Hoje, quando se pergunta o que é Umbanda, a incorporação mediúnica é uma das primeiras características lembradas.

Na Umbanda, só há um Deus, um Deus único!

A religião prega que as divindades de Deus, chamados de Orixás, são seres dotados de poderes superiores aos dos espíritos e tem nesse conceito um dos seus fundamentos religiosos. A definição sobre o que é Umbanda também passa muito por esta característica!

Essas divindades são reverenciadas através de cultos, orações e também na prática de oferendas.

Os Guias Espirituais são os espíritos ascensionados. Eles nos sugerem bons pensamentos, palavras e atitudes, buscando amparar e aconselhar. São movidos pelo ideal de ajudar e se manifestam em diversas Linhas de Trabalho, com seu modo de falar característico, seu gestual e ritualístico. Podem ou não terem tido uma existência terrestre.

A Umbanda não recorre aos sacrifícios de animais. As oferendas se caracterizam por flores, frutos, alimentos e velas como reverência às Divindades. A fé é o principal mecanismo que ativa Deus, suas Divindades e os Guias em benefício dos seus Templos.

A Umbanda não é uma seita e sim uma religião, ainda difusa devido a seus usos e costumes variados formados livremente onde quer que ela se manifeste.

A Umbanda não apressa o desenvolvimento doutrinário dos seus praticantes. O tempo, o auxílio espiritual desinteressado e livre de segundas intenções tem sido os maiores atrativos dos praticantes umbandistas.

Umbanda define-se pela prática religiosa do amor e da caridade com a manifestação e culto aos Orixás e Guias Espirituais arquetípicos da história e tradição brasileira.

A Umbanda como prática religiosa não admite qualquer cobrança financeira como parte de suas práticas, porém, é permitido que os umbandistas façam contribuições para a manutenção dos terreiros, e dos eventos de cunho religioso. É comum na Umbanda a prática de assistencialismo aos mais necessitados, onde pessoas doam ações, objetos ou dinheiro com intenção de ajudar a quem precisa. O tempo e o auxílio espiritual desinteressado ou livre de segundas intenções tem sido os maiores atrativos dos fiéis umbandistas.

Código Ético Litúrgico da Umbanda 

A Federação Brasileira de Umbanda disponibiliza em seu site o Código Ético Litúrgico da Umbanda com as principais diretrizes que regem e disciplinam a prática da religião, como os ritos e as cerimônias, dentro dos princípios dos Fundamentos da Umbanda. Nele se encontram artigos relacionados à organização, ritos, liturgia, acessórios e instrumentos litúrgicos e calendários.

Para Saber Mais

Dúvidas, Sugestões, Críticas?

Francene Arnaut

Francene Arnaut

Formada em Teologia de Umbanda, é médium de Terreiro há 25 anos. Ministra aulas sobre Umbanda.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter

Anuncie Aqui

Seja nosso parceiro, anuncie em nossa página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *